O que se pode vender pelas plataformas e-commerce

Nas plataformas e-commerce podem-se vender uma gama bem grande de produtos.

Mas o que podemos ou não vender? Existe uma listagem de produtos aceitos pelas plataformas e-commerce para venda?

Não, não existe. Para vender um produto pelas lojas virtuais são necessários alguns cuidados na hora de decidir mudar ou iniciar nesse tipo de negócio.

Lembrando que existem as plataformas e-commerce pagas e as gratuitas.

Algumas dicas para vender em plataformas e-commerce

1. Produtos com baixo volume cúbico: quanto maior for o produto, maior espaço de armazenagem será necessário. Ou seja, um depósito grande. É necessário pensar nisso, pois os preços de aluguéis, por exemplo, mudam signitivamente por m² para aluguel de depósitos.
Mas, quanto menor for o produto, menos espaço será necessário para seu armazenamento. Entretanto, produtos menores chamam bem mais atenção de ladrões, a segurança terá que ser redobrada.

2. Baixo peso: quanto mais leve for o produto, menor o custo com frete.

3. Commodities: são aqueles produtos encontrados em outras lojas, com facilidade, e com preço competitivos.

4. Frequência de Compra: produtos que são comprados com mais frequência pelos consumidores são ótimos para e-commerce. Principalmente se você conseguir compreender o comportamento do consumidor, como por exemplo, identificar os padrões de compra e os momentos de compra. Pois assim, você vai conseguir antecipar alguns procedimentos do seu negócio, por exemplo a demanda, negociar valores e prazos com seus fornecedores, entre outros.

Esperamos que essas dicas acima ajudem com seu negócio. E lembre-se! Sua plataforma e-commerce precisa ter redes sociais, conteúdo, segurança com os dados dos seus clientes. E não se esqueça, como lojista deve estar sempre em busca de conhecimento e levando novidades para seus clientes.

Confira outros posts:

5 dicas sobre Agência Digital

3 dicas sobre links patrocinados