Doc9 oferece suporte para departamentos jurídicos e escritórios de advocacia

Um leque abrangente de serviços jurídicos é prestado pela empresa

A Doc9 é uma empresa que se propõe a prestar serviços jurídicos para organizar e agilizar a rotina de escritórios de advocacia e departamentos jurídicos de empresas, atuando com excelência em todo o País. Foi, inclusive, considerada a maior empresa de desenvolvimento de diligências jurídicas no Brasil recentemente.

 

Para isso, a Doc9 foca em otimizar o tempo do cliente, administrando através de um aplicativo todos os advogados correspondentes que trabalham em parceria com a empresa comparecendo a audiências e realizando serviços jurídicos em locais afastados.

Hoje, a Doc9 recebe um volume de 2 mil solicitações de prestação de serviços jurídicos e forenses em todos os estados brasileiros, somando um histórico de mais de 2,5 milhões de atos realizados pela rede de profissionais parceiros.

Equipe

A equipe da Doc9 é formada por profissionais graduados em Direito ou que ainda estejam estudando, porém todos são extremamente qualificados e têm segurança nas atividades que executam. É possível atuar como advogado correspondente ainda como estudante pois pode realizar tarefas simples como petições, cópias e digitalizações de documentos, retiradas de guias, ofícios, alvarás, certidões, cartas precatórias, entre outros.

 

Também fazem parte da equipe da Doc9 profissionais de outras áreas como Administração e Contabilidade para complementar a atuação da empresa. Essa multidisciplinariedade na equipe garante um bom desempenho da Doc9 para oferecer soluções eficazes aos seus clientes. O advogado não pode mais se dar ao luxo de entender apenas de leis, cada vez mais a sociedade e o mercado exigem um profissional completo, que entenda um pouco de economia, gestão, tecnologia e desenvolvimento de talentos.

Prazos

Com a crescente necessidade de entregar resultados em prazos apertados e para que a Justiça seja agilizada é preciso contar com uma empresa séria e disposta a correr contra o tempo para efetuar as tarefas que forem delegadas com celeridade e compromisso com a data limite.

O charme dos guarda-chuvas infantis

Julho é mês de férias, mas logo logo vai chegar a hora de dar aquela reforçada no kit escolar dos pequenos para a volta às aulas.

Um item que passa despercebido na maioria das vezes, mas que é essencial para proteger os pequenos, principalmente nos dias chuvosos de inverno é o guarda-chuva. Afinal, deixar de ir a escola toda vez que o tempo não ajuda ou tomar um banho de chuva volta e meia não são opções muito recomendadas, não é mesmo?

Como convencer os pequenos

Seja indo a pé para a escola ou no pequeno trajeto da Van ou carro até a porta, são poucas as crianças que aceitam carregar um guarda-chuva de bom grado, mesmo que isso significa não se molhar.

A explicação para isso é simples: a maioria das crianças são impacientes e além do natural incômodo da chuva, principalmente nos dias frios, ter que equilibrar um objeto volumoso sobre a cabeça, caminhando devagar  e com uma mochila nas costas realmente não é um cenário muito atraente para alguém cheio de energia. Porém, como nós adultos sabemos, para evitar roupas molhadas e resfriados depois, isso tudo é necessário e vale um esforço para convencer os pequenos.

Do mesmo modo que os guarda-chuvas se transformaram em acessórios de moda, cheios de cores, estampas e até formatos diferentes para muitos adultos, mostrar os guarda-chuvas de forma lúdica e até divertida  também pode ser um ótimo argumento para convencer os pequenos a carregar um guarda-chuva com alegria.

Para a nossa alegria, os fabricantes têm cumprido o seu papel nessa missão, lançando sempre modelos com os mais variados temas, que vão desde os filmes infantis como as Tartarugas Ninjas, até personagens que fazem parte do imaginário infantil como as Bailarinas.

Dicas e onde encontrar

Meu Malvado Favorito 3 está nos cinemas e esse é só mais um motivo pra esse modelo de guarda-chuva com estampa dos minions ser sucesso garantido.

Todo amarelinho, com aquele olho que não tem como não reconhecer, ele é automático e muito fácil de abrir.

Você encontra ele no site do Vendo Guardachuva e o preço também é um amor: só R$39,90!

Outra estampa que é uma graça é a de futebol. Super levinho, ele ainda vem com um detalhe lindo de bola de futebol na ponta do cabo e custa apenas R$ 30,90, também no site do Vendo Guarda-chuva.

 

Surdez e perda auditiva

Segundo a World Health Organization, no mundo todo, 360 milhões de pessoas tem perda auditiva incapacitante (328 milhões de adultos e 32 milhões de crianças), sendo que aproximadamente um terço dos idosos com mais de 65 anos afetados.  

Causas de surdez e perda de audição

As causas da perda de audição e surdez podem ser divididas em causas congênitas e causas adquiridas.

 

Causas congênitas

Nesse caso, a perda de audição pode ser causada por fatores genéticos hereditários e não hereditários ou por algumas complicações durante a gravidez e parto, incluindo:

  • Rubéola materna, sífilis ou outras infecções durante a gravidez;
  • Baixo peso ao nascer;
  • Falta de oxigênio no momento do nascimento);
  • Uso inadequado de medicamentos durante a gestação;
  • Icterícia grave no período neonatal, que pode danificar o nervo auditivo em um recém nascido;

Causas adquiridas

As causas adquiridas podem levar à perda de audição no decorrer da vida e em qualquer  idade. Conheça algumas:

  • Doenças infecciosas, incluindo meningite, sarampo e caxumba;
  • Infecções crônicas da orelha;
  • Otite média), comum entre as crianças;
  • Uso de determinados medicamentos, como os utilizados no tratamento de infecções neonatais, malária, tuberculose, etc;
  • Ferimento na cabeça ou no ouvido;
  • Ruído ocupacional excessivo;
  • Exposição intencionais a sons altos, como o uso de fones de ouvido em volumes elevados e por longos períodos de tempo e frequência em festas e outros eventos;
  • Degeneração de células sensoriais (envelhecimento);
  • Cera ou qualquer outro elemento bloqueando o canal auditivo;

 

Quer saber mais? Clique Aqui e conhece a Ouviclin.

Dicas para quem quer adotar um cachorro

Se você está pensando em adotar um cãozinho, antes precisa se preparar para receber o novo amigo na sua casa. Afinal, não será uma visita, será para ficar durante anos com você.

A primeira dica é em relação ao local que ele irá ficar. Você tem um pátio fechado? Ele precisará de uma casinha e almofadas e cobertas, para ficar bem confortável. Se você não tem um pátio fechado na sua casa, nem pense em deixar o seu cachorro em um coleira durante o dia inteiro, na rua. Ele ficará triste, depressivo. E você não quer isso, certo?

A outra opção então, é deixar o cão dentro de casa. Ele também precisará de almofadas e cobertores, no seu cantinho.

Em ambas as opções, você precisa comprar o pote para água e pote para ração dele.

E para a segunda opção, ficar dentro de casa, precisamos salientar algo bem importante: seu novo amigo com certeza vai querer roer tudo! Sim, tudo! Não adianta deixar brinquedinhos para ele roer, porque ele vai acabar fazendo isso com uma parte do seu sofá, do seu armário, sapatos se deixar pela frente dele… Entre várias outras coisas.

Prepare bem o local onde ele irá ficar durante o dia, irá brincar, e dormir.

Necessidades do seu cachorro

Outro detalhe bem importante, é o local onde seu cachorro novo irá fazer suas necessidades. É sempre bom separar um canto bem longe da sua cama e da sua comida. Deixe jornal para ele, e tente ensinar o local certo todos os dias.

Passei com seu cachorro

Todos os dias, sim, todos os dias, você precisará sair passear com seu cachorro. Terá que comprar uma coleira, sair com ele para caminhar durante no mínimo 30 minutos, pois será o seu exercício do dia. Tente fazer brincadeiras com ele, ensinar a buscar a bolinha, por exemplo.

Alguns cachorros só fazem suas necessidades na rua, por isso, você terá que sair com ele umas três ou quatro vezes ao dia, conforme ele for pedindo.

Quando for sair com ele, não esqueça o saquinho para recolher o cocô.

Confira algumas raças e tamanhos de cachorros clicando aqui. Mas antes de pensar em comprar um cachorro, lembre-se dos milhares de cachorrinhos que estão ai para adoção.

Publicado em Categorias pet